Venezuela torna Juan Guaidó inabilitado a exercer cargos públicos

28/11/2017

O líder oposicionista venezuelano Juan Guaidó foi impedido de exercer cargos públicos no país por 15 anos. A informação foi passada nesta quinta-feira (28) pela Controladoria-Geral da Venezuela (CGV).
Segundo o controlador-geral Elvis Amoroso, Guaidó, que preside a Assembleia Nacional, controlada pela oposição, e se declarou presidente interino do país em janeiro, apresentou "inconsistências" em suas declarações de renda. Guaidó teria recebido dinheiro de "instâncias internacionais e nacionais" que não foram declaradas.
Guaidó se declarou presidente interino da Venezuela em 23 de janeiro e foi reconhecido por mais de 50 países, entre eles os Estados Unidos, a Alemanha, a França, a Espanha e o Brasil.
A CGV ordenara em 11 de fevereiro uma auditoria no patrimônio de Guaidó, alegando suspeitas de que ele teria falsificado dados da sua declaração de patrimônio.
A investigação integra uma resolução emitida por Elvis Amoroso, que foi designado em 2018 pela Assembleia Nacional Constituinte, um "parlamento" composto unicamente por simpatizantes do regime e não reconhecido por vários países, entre eles o Brasil e os membros da União Europeia.
0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


AutoDJ

Gospel Mix

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Gustavo Lima

Cem Mil

02.

Felipe Araújo

Atrasadinha feat. Ferrugem

03.

Henrique e Juliano

Quem Pegou, Pegou

04.

Zé Neto & Cristiano

Notificação Preferida

05.

Enzo Rabelo

Tijolinho Por Tijolinho feat. Zé Felipe

Anunciantes